Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Quatro mulheres atingidas por disparos em Messejana; suspeito é preso

Homem já possui passagens por porte ilegal de arma de fogo e receptação

Foto: reprodução/Instagram

26/02/24 18:05

Neste domingo (25), quatro mulheres foram atingidas por disparos de arma de fogo no bairro Messejana, em Fortaleza. Segundo testemunhas, elas estavam em uma festa de aniversário quando um homem teria efetuado diversos disparos de arma de fogo. As vítimas foram socorridas para o hospital, mas o estado de saúde delas não foi divulgado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o suspeito foi preso, ainda no domingo, também na região do crime.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Um trabalho rápido da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) culminou na captura de um homem, de 27 anos, suspeito de lesionar quatro pessoas. Conforme informado pelos agentes, equipes dos Núcleos Operacional e de Inteligência do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPJC) iniciaram as diligências assim que tomaram conhecimento do caso. Após um trabalho de investigação, com apoio do Departamento de Inteligência (DIP), o suspeito foi localizado e preso. 

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Conforme levantamentos policiais, o homem, que já possui passagens por porte ilegal de arma de fogo e receptação, é suspeito de efetuar disparos de arma de fogo. O alvo foi conduzido para o 13º Distrito Policial (DP), onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. A PCCE segue com as diligências para identificar e capturar os outros envolvidos no crime. 

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. As denúncias também podem ser realizadas para o número (85) 3101-4429, do 35º DP. O sigilo e o anonimato são garantidos. 

LINKS PATROCINADOS