sete dias sem medo da notícia
Língua solta
PT acredita que Ciro está fora de controle e quer deixar FG falando sozinho
Estratégia é não fazer com que o Ferreira Gomes cresça com a confusão
Ciro Gomes
Por : Redação CN7
25/08/21 12:46

A cúpula do PT promete um “pacto de silêncio” com relação aos ataques do presidenciável Ciro Gomes (PDT) aos petistas. A estratégia é deixar o FG falando sozinho, para que ele não cresça a partir dessas discussões.

Segundo a Coluna do Estadão desta quarta-feira (25), um interlocutor de Lula diz que a ideia é deixar Ciro falando sozinho, enquanto o ex-presidente articula apoios, inclusive no Ceará, base política do pedetista. Do outro lado do ringue, a leitura do combate é outra: Lula terceiriza os ataques a Ciro, que apenas reage porque nunca foi de levar desaforo para casa.

Nas redes, Ciro chamou Haddad de “bajulador” e o acusou de ter sido um dos responsáveis pela vitória de Jair Bolsonaro. À TV Globo, o ex-prefeito de São Paulo havia dito não respeitar quem “cospe no prato que comeu”, ao falar sobre o pedetista.

Em tempo

Nos bastidores do PT, a sensação é de que Ciro está fora de controle, inclusive de seu marqueteiro, João Santana. Os petistas chegaram a imaginar, em um primeiro momento, que os ataques a Lula cessariam ou seriam escassos.

Em tempo II

Não foi o que ocorreu: Ciro subiu ainda mais o tom. Então, a estratégia do PT passou a ser a de responder ao pedetista, na tentativa de intimidá-lo. Também não adiantou. Agora, prometem o pacto de silêncio, ao menos entre os petistas mais próximos de Lula. A menos que o ex-presidente solicite algum revide pontual, o que não está no horizonte da atual fase agregadora da pré-campanha do PT.

LINKS PATROCINADOS