Proposta de Luana Ribeiro prevê acesso de crianças autistas em camarotes nos estádios cearenses

Projeto visa promover a inclusão dessas crianças no universo do esporte

(Foto: divulgação)

01/03/24 15:44

A deputada estadual Luana Ribeiro apresentou na Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), o Projeto de Indicação “Juntos na Torcida”. A medida tem como finalidade proporcionar a crianças autistas a oportunidade única de assistir jogos de futebol em camarotes, nos estádios cearenses que dispõem dessa infraestrutura.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

O “Juntos na Torcida” visa promover a inclusão dessas crianças no universo do esporte, contribuindo significativamente para sua interação social, autoestima, autoconfiança e habilidades de comunicação. Além disso, espera-se que a iniciativa favoreça o desenvolvimento de funções cognitivas importantes, como memória, equilíbrio e atenção, e estimule sentimentos de pertencimento, respeito mútuo e a capacidade de lidar com as emoções decorrentes de perdas e vitórias.

A cada evento esportivo participante, o projeto “Juntos na Torcida” selecionará, por meio de sorteio, oito crianças autistas para vivenciar uma experiência única: torcer por seu time do coração diretamente de um camarote, acompanhadas de um responsável. Para garantir o conforto e a melhor experiência possível, cada criança receberá um abafador de som, atenuando os ruídos intensos do estádio, o que torna a participação no evento mais agradável e adaptada às suas necessidades.

A seleção das crianças para os jogos será realizada por meio de uma plataforma digital administrada pela Secretaria do Esporte do Ceará (Sesporte), garantindo transparência e igualdade de oportunidades. As crianças elegíveis para participar desse sorteio devem possuir a carteira de identidade com o símbolo do autismo, emitida pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), ou a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIPTEA), fornecida pela Prefeitura Municipal.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

A iniciativa não apenas abre as portas dos estádios para as crianças autistas e seus familiares, mas também lança luz sobre a importância da inclusão e do respeito às diferenças, utilizando o esporte como uma poderosa ferramenta de transformação social.

Proposta tramitando

A proposta segue tramitando na Assembleia Legislativa do Ceará. Após ser aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, a medida está sendo avaliada pela Comissão de Cultura e Esportes.

Antes de retornar para votação dos parlamentares, o projeto ainda passará pelas comissões de Trabalho, Administração e Serviço Público e pela de Orçamento, Finanças e Tributação.

Confira documento:

LINKS PATROCINADOS