sete dias sem medo da notícia
Crime sexual
Professor da UFC é preso em Fortaleza acusado de estupro contra criança de seis anos
O crime foi praticado em 2012, no Distrito Federal
(Foto: reprodução)
Por : Redação CN7
09/08/21 18:32

Um professor adjunto da Universidade Federal do Ceará (UFC) foi preso em Fortaleza acusado de estuprar uma criança de seis anos. O homem tem 51 anos e trabalhava no curso de Licenciatura em Música da instituição de ensino. O crime foi praticado em 2012, no Distrito Federal.

Segundo informações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o crime foi descoberto quando a vítima tinha 12 anos de idade. A vítima, depois de adolescente, mantinha uma agenda particular, onde escrevia sobre violência sexual sofrida aos seis anos de idade, praticado por um amigo do próprio pai. A violência sexual só foi descoberta pela família após a mãe ler o que estava escrito na agenda.

Ainda de acordo com a PCDF, a vítima, já adolescente, aos 12 anos de idade, estava sempre chorando, isolada e com dificuldades de relacionamento com colegas da escola e na vida privada. Foi então que a mãe resolveu ler as anotações da jovem na agenda pessoal e descobriu que ela havia até pensado em tirar a própria vida por conta do trauma e abuso sofridos na infância e, por isso, deixou tudo registrado para que a polícia soubesse o motivo do possível suicídio.

O caso foi investigado por policiais da DPCA e encaminhado ao judiciário, que condenou o suspeito a sete anos e sete meses de prisão. O mandado de prisão foi expedido em abril de 2018.

A Operação

Desde a decretação da prisão, o procurado não residia mais em Brasília, quando foi desencadeada a operação nominada de O Pianista, pela Seção de Investigação, Execução e Planejamento Operacional (Siepo) da DPCA, com apoio da Dipo/PCDF.

Durante os trabalhos investigativos, os agentes confirmaram que o foragido estaria residindo em Fortaleza, onde ministrava aulas de piano naquela unidade da federação, ocupando, ainda, o cargo de adjunto do curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Ceará (UFC), com vasto currículo, inclusive de doutorado, sendo bastante conhecido e respeitado na capital cearense.

Equipe composta por cinco policiais da DPCA participou da operação que culminou na prisão do foragido na capital daquele estado na última quarta-feira (4), sendo o homem recambiado a Brasília na sexta-feira (6) e recolhido ao sistema prisional do DF.

LINKS PATROCINADOS