Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Primeira fuga de unidade federal de segurança máxima completa um mês

Agentes da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Ceará estão nas buscas

(Foto: SNPP/Governo Federal)

14/03/24 8:49

No dia 14 de fevereiro de 2024, a primeira fuga de uma unidade de segurança máxima. Dois detentos fugiram da penitenciária de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Eles foram identificados como Rogério da Silva Mendonça, conhecido como Querubin, de 35 anos, e Deibson Cabral Nascimento, 33 anos, também conhecido como “Tatu”. Após a fuga, equipes foram mobilizadas para as buscas nos perímetros do presídio. Nesta quarta-feira (13), o ministro de segurança pública, Ricardo Lewandowski, afirmou que os dois continuam na cidade potiguar.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

O ministro ressaltou o número de agentes que estão nas buscas desde o anúncio da fuga. “Temos aproximadamente 500 pessoas envolvidas nas buscas pelos fugitivos. Nossos esforços e energia também para a proteção da população local, até para que ela nos informe o paradeiro dos dois fugitivos. Não podemos deixar a população desamparada, justificando o número de agentes que temos aqui”, disse Lewandowski.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Foto: reprodução/Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento

Em tempo

Agentes da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Ceará participam da força-tarefa. Além da Polícia Federal, Polícia Penal Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional e Corpo de Bombeiros. Policiais militares de Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Goiás também participam do serviço.

LINKS PATROCINADOS