Sete dias por semana sem medo da notícia!
Preso em Acopiara suspeito do assassinato da esposa e do pai e da madrasta dela
O suspeito estava na casa no momento em que ocorreu o triplo homicídio
Maria de Fátima, Antônio e Graciele foram mortos a tiros na madrugada do dia 2 último, no Sítio Freitas, zona rural de Acopiara
Ouça a matéria

Policiais civis da delegacia da cidade de Acopiara, no Centro-Sul do estado, prenderam, nesta sexta-feira (29), um homem suspeito de ter praticado um triplo assassinato na zona rural daquele Município (a 340Km de Fortaleza).  Francisco Edson, 28 anos, segundo a Polícia, foi o responsável pelo assassinato da própria esposa, além do pai e da madrasta dela.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, na madrugada do último dia 2, o agropecuarista Antônio do Ó Araújo; a companheira dele, a professora Maria de Fátima da Silva; e a filha de Antônio, a jovem Graciele da Silva Araújo, 25, foram assassinados, a tiros, dentro de casa, na localidade de Sítio Freitas, a cerca  de 15 quilômetros da cidade. O suspeito estava na casa, mas disse, ao prestar depoimento na delegacia que, quando os assassinos invadiram a residência, ele conseguiu fugir pelos fundos com o filho, deixando a esposa e o casal à mercê dos supostos assaltantes ou pistoleiros.

Mas, para a Polícia, Francisco Edson participou do crime juntamente com dois homens que já foram identificados e estão foragidos. São eles: Antônio Cícero do Ó, de 49 anos; e Pedro Justo do Ó Araújo, 43. Os dois têm antecedentes criminais por furtos, porte ilegal de arma e receptação. Ao depor, o acusado caiu em várias contradições.

Reconhecidos

Para a Polícia, a morte das três pessoas foi arquitetada pelos próprios familiares, após estes terem sido acusados pelo agropecuarista de um roubo em sua residência semanas antes do triplo assassinato.  Antônio Ó Araújo teria reconhecido os ladrões.

 Ainda de acordo com as investigações, os acusados seriam ligados a uma organização criminosa que atua naquela região.  A Polícia agora tenta localizar os outros dois acusados.  À  pedido da Polícia Civil, a Justiça decretou a prisão preventiva dos três homens

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também