Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Presidente do PT Fortaleza explica critérios para ser candidato e nega racha

Para conseguir disputar a gestão do executivo, eles devem seguir os critérios.

(Foto: Câmara Municipal de Fortaleza)

16/02/24 14:55

O presidente do PT Fortaleza, o deputado estadual Guilherme Sampaio, explicou, nesta sexta-feira (16), os critérios para escolha do candidato à Prefeitura de Fortaleza e negou que o partido passa por um racha interno. Segundo Guilherme, o Diretório Municipal tem três requisitos para decidir o nome que irá representar a sigla nas eleições deste ano. Os pré-candidatos Evandro Leitão, Guilherme Sampaio e Luizianne Lins dividem os votos, mas o chefe do Diretório descarta racha interno.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Para conseguir disputar a gestão de Fortaleza, eles devem seguir os critérios do Diretório. O primeiro requisito é o apoio da maioria ou 2/3 do Diretório, 30 dos 45 membros. A segunda condição é um encontro das chapas de delegados eleitos diretamente pelos filiados, onde também é preciso 2/3 e por último, as prévias. Para seguir para as prévias partidárias, os pré-candidatos precisam do apoio de 30 membros. Três estão com a maioria dos votos, mas o chefe do Diretório descarta racha interno.

Com os anúncios dos últimos dias, é possível definir os apoios de cada pré-candidato. O presidente do PT Fortaleza e deputado estadual, Guilherme Sampaio, publicou, nas redes sociais, que a Resistência Socialista (RS) defende a sua candidatura. Na quinta-feira (16), Evandro Leitão, presidente da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), se reuniu com o Campo Democrático. Já Luizianne Lins tem votos do Democracia Socialista (DS).

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Os três precisam do apoio de 30 dos 45 membros, para virar o candidato do PT em Fortaleza. Apesar da corrida pelos 30 votos necessários, o presidente Guilherme nega racha: “Minha prioridade como presidente, é seguir o que o nosso diretório definiu em novembro, aprofundar o diálogo visando possíveis consensos progressivos”, ressalta.

LINKS PATROCINADOS