Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Presidente da Câmara de Jucás pede perdão por agressão contra autistas

Vereador disse que foi mal interpretado

Eúde Lucas, presidente da Câmara de Jucás. (Foto: reprodução/vídeo)

20/09/23 15:47

O presidente da Câmara Municipal de Jucás, Eúde Lucas (PDT), publicou uma nota de esclarecimento após a repercussão de sua fala onde sugere que a cura para o autismo é violência física. O parlamentar afirmou ter se expressado de forma equivocada e foi mal interpretado e que não teve a intenção ofender pessoas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Participe do grupo do CN7 no WhatsApp

Na nota, Eúde Lucas disse a fala ocorreu no momento em que repercutia a entrevista da atriz Letícia Sabatella no programa Fantástico, da TV Globo, onde ela revelou ter sido diagnosticada com TEA, relacionando o caso da artista com o dele. “Mencionei o meu próprio caso e como eu fui tratado antigamente, exatamente pela falta de diagnóstico”, explicou.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

O vereador ressaltou ter sido o parlamentar que mais apresentou projeto de lei em prol da causa autista e que não teve a intenção de ofender pessoas com TEA. Eúde disse, ainda, ter se expressado de forma equivocada e que foi mal interpretado.

Leia a nota completa:

LINKS PATROCINADOS