Sete dias por semana sem medo da notícia!
Prefeito de Juazeiro é investigado por usar dinheiro da Saúde para eleger filho
Arnon é acusado de usar a máquina pública para colocar Pedro Bezerra em Brasília
Arnon Bezerra e Pedro Bezerra

O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, é alvo de operação da Polícia Federal nesta quinta-feira. Ele é acusado de usar dinheiro da Saúde do Município para eleger o filho Pedro Bezerra deputado federal. A informação é do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Polícia Federal (PF).

De acordo com a CGU e a PF, o desvio dos recursos públicos acontecia através de pagamentos feitos a empresas contratadas pela Prefeitura. A operação investiga ainda “o uso de pessoas interpostas em quadro societário de diversas empresas que possuem contratos com a prefeitura ou de empresas que possuem contratos outras empresas subcontratadas, numa triangulação nas relações comerciais”, explicaram os órgãos em nota.

Segundo a PF,  Pedro Bezerra teria vencido a eleição de 2018 utilizando a máquina pública e coagindo servidores e funcionários da prefeitura da cidade.

Ao todo, são cumpridos 17 mandados de busca e apreensão em Barbalha, Crato, Fortaleza, e Viçosa do Ceará, além de Juazeiro do Norte. Participação da ação 78 policiais federais e 8 auditores da CGU.

Em tempo

Os policiais apreenderam celulares e documentos que serão analisados pelos agentes.

A Operação leva o nome de Graham Bell, inventor do telefone, porque a investigação se deu após apurações feitas com telefones apreendidos na primeira fase da operação, batizada de Voto Livre, realizada na véspera do primeiro turno das Eleições 2018.

 

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também