Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Prefeito de Caucaia tem contas desaprovadas sob suspeita de fraudes de R$ 12 milhões

Relatório do TCE aponta sobrepreço e superfaturamento na gestão Vitor Valim

Vitor Valim

09/01/24 8:57

Relatório do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE), assinado pelo conselheiro Edilberto Pontes, desaprova contas da Prefeitura de Caucaia na gestão do prefeito Vitor Valim. Motivo: sobrepreço e superfaturamento em contratos firmados com empresas de Tecnologia da Informação (TI).

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Segundo o TCE, houve sobrepreço de R$ 11.634.255,76 e superfaturamento de R$ 1.193.623,19 nos contratos.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Veja trecho do documento do TCE

Em tempo

Segundo o CN7 apurou, esse escândalo da Prefeitura de Caucaia estaria sendo investigado pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (Procap). A operação pode ser deflagrada a qualquer momento e ter até pedido de prisão.

Em tempo II

Ontem (8), Vitor Valim anunciou desistência na disputa pela reeleição à Prefeitura de Caucaia.

Em tempo III

Ainda de acordo com apuração do CN7, Valim desistiu não só pela rejeição que sofre no município, mas por medo de os escândalos de sua gestão virem a público e o desgastarem ainda mais.

Em tempo IV

Quem também está com bastante medo dos escândalos que podem vir a público é o conselheiro de Administração da Urbe Digital e procurador-geral do Município de Caucaia, Guthemberg Holanda.

Em tempo V

A Prefeitura de Caucaia, segundo o documento do TCE, alegou que agiu assim porque “a sociedade poderia ser prejudicada com a paralisação de serviços”.

Confira documento completo do TCE

LINKS PATROCINADOS