sete dias sem medo da notícia
Jornal do Cariri
Preço de passagens sobe 12% e pesa no bolso dos usuários de ônibus no Cariri
Empresas alegam elevação dos custos e queda de demanda devido à pandemia
Por : Redação CN7
14/09/21 6:12

O mês de setembro começou com novo aumento nas despesas dos caririenses que usam o transporte público. O preço da passagem aumentou
12,99% no transporte interurbano regular e complementar. Os percentuais representam, na prática, a elevação no valor das viagens no triângulo Crajubar, que subiram de R$ 2,70 para R$ 3,00 na última quarta-feira (8).

No acumulado do mês, o profissional que utiliza o transporte coletivo de segunda a sábado, por exemplo, passará a desembolsar, mensalmente, R$ 144,00 – em comparação aos R$ 129,60 pagos por mês, antes do reajuste, o que representa 14% do salário mínimo. Ana Paula Monteiro, líder comunitária do bairro São José, localidade desassistida pelo transporte público, queixa-se do reajuste tarifário.

“Como não temos mais transporte coletivo, somos obrigados a sair de dentro do bairro até a Avenida Padre Cícero e tomarmos a linha Via Urca. O acréscimo é feito em meio a uma queda de braço entre Prefeitura e Câmara de Vereadores, sobre a cessão de subsídio à Via Metro, responsável pelo transporte público no território de Juazeiro do Norte e entre esta e as cidades de Barbalha, Crato e Missão Velha. A concessionária alega que o Município de Juazeiro do Norte descumpre, desde 2019, cláusulas contratuais que tratam do reajuste tarifário e do equilíbrio econômico-financeiro da concessão”, ressalta a líder comunitária.

Em nota enviada ao Jornal do Cariri, assinada pelo diretor executivo André Eskinazi, a Via Metro diz que esta situação causa “uma incapacidade financeira e operacional da empresa em manter a operação face às elevações dos custos e à queda da demanda pagante, devido à pandemia de covid-19”

O assunto é destaque na edição desta semana do Jornal do Cariri.

Leia abaixo:

LINKS PATROCINADOS