Sete dias por semana sem medo da notícia!
“População precisa de defesa contra crimes cibernéticos”, alerta Acrísio Sena
Acrísio Sena

Lembrando que já tratou do tema do cyberbulling na Câmara Municipal de Fortaleza, em 2017, o deputado estadual Acrísio Sena (PT) falou hoje (12), na tribuna da Assembleia Legislativa, sobre crimes cibernéticos. “A influência das redes sociais na política e a consequente ameaça à democracia, à confidencialidade dos dados pessoais e à segurança do comércio eletrônico vêm preocupando líderes do mundo inteiro”, ressaltou o parlamentar.

Segundo Acrísio, no Brasil, pouco mais de 139 milhões de pessoas usam Internet. Destes, 85% usam todos os dias e, em média, cada brasileiro fica 9h14 conectado na rede, a maior parte (89%) através de seu dispositivo celular. Ele listou crimes como racismo, preconceito religioso, prostituição infantil, apologia ao crime, desvios bancários, lavagem de dinheiro e exposição de privacidade, citando que crianças e mulheres são as principais vítimas.

Em 2018, houve 17.584 denúncias de violência ou discriminação contra mulheres envolvendo mais 4 mil sites. “Estamos na luta, com companheiros da Polícia Civil, junto ao governador Camilo Santana, para implementarmos uma Delegacia especializada em crimes cibernéticos”, finalizou.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também