Sete dias por semana sem medo da notícia!
Policial civil se mata após o plantão do Complexo das Delegacias Especializadas
Inspetor disparou um tiro de pistola na cabeça. Corpo foi levado encaminhado à Pefoce
Inspetor Sérgio "Gavião" atuou durante anos no combate ao crime no Ceará
Ouça a matéria

Um policial civil se matou na manhã desta quarta-feira (8), após término do seu  turno de plantão no Complexo das Delegacias Especializadas (Code), localizado no bairro de Fátima, onde antes funcionou a Academia de Polícia Civil do Ceará. O inspetor Sérgio disparou um tiro de pistola na cabeça e teve morte instantânea.

De acordo com o que foi apurado inicialmente pelas autoridades, o inspetor Sérgio, conhecido por “Gavião”, passava por uma crise depressiva. Mesmo assim, continuava seu trabalho diário na Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e, como “extra”, também tirava plantão na Permanência (vigilância) na carceragem do Complexo das Delegacias Especializadas.

Sérgio era policial atuante e participou de inúmeras operações de combate ao crime organizado no Ceará, inclusive, como integrante de várias delegacias especializadas na Capital e regionais e municipais no interior do estado.

Na manhã desta quarta-feira, após concluir mais um plantão “extra”, o inspetor dirigiu-se ao alojamento e disparou um tiro de pistola na cabeça. O corpo foi encontrado por outros inspetores que chegavam para o expediente do dia.

Vários policiais civis e delegados compareceram ao local. O corpo do inspetor foi encaminhado à Coordenadoria de Medicina Legal (CML), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não se manifestou sobre o fato.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também