X
Sete dias por semana sem medo da notícia!
Polícia investiga morte de idosa que teria sido atacada por uma onça
Segundo a versão da família, a idosa de 89 anos, foi atacada pelo felino no quintal
O animal não foi encontrado, o que aumenta o mistério no caso

A Policia Civil abriu inquérito na cidade de Tauá, na Região dos Inhamuns (a 337Km de Fortaleza), para apurar a morte de uma idosa que, segundo a família, teria sido atacada por uma onça no quintal do sítio onde ela morava. A  mulher de 89 anos faleceu na tarde desta quarta-feira (28) no hospital municipal, onde esteve internada por duas vezes após o suposto ataque animal.

Antônia Tomelina dos Santos, 89, morava com familiares no Sítio Zambelê, no Distrito de Inhamuns, na zona rural de Tauá. Segundo os familiares, há cerca de duas semanas a idosa estava em casa., sozinha, quando percebeu um barulho estranho que vinha do quintal. Ela teria ido verificar o galinheiro e acabou se deparando com uma onça. Ao tentar afugentar o felino, teria sido ferida.

Com ferimentos no tórax, pescoço e na face, a anciã foi levada ao Hospital Alberto Feitosa onde recebeu o primeiro atendimento de urgência e depois foi liberada. No começo da semana, passou mal e voltou a ser hospitalizada, mas recebeu alta novamente. Na tarde de ontem, acabou falecendo.

Diante da informação, a Polícia decidiu investigar o caso e vai aguarda o laudo do exame cadavérico para saber se a versão do ataque de uma onça contra idosa é fato verdadeiro.

Preso morre

Em Santa Quitéria (a 217Km de Fortaleza), um preso morreu após passar mal por duas vezes na Cadeia Pública. Ricardo de Oliveira Braga, 24 anos, conhecido por “Ricardinho”, era evolvido, segundo a Polícia, em crimes de tráfico de drogas e assaltos.

Após ser medicado por duas vezes, ele acabou morrendo de causas ainda desconhecidas.  Um inquérito policial vai apurar o fato.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também