Sete dias por semana sem medo da notícia!
Polícia Federal destrói 1,4 tonelada de drogas apreendidas em operações no Ceará
A destruição das drogas foi feita nos fornos de uma cerâmica, em Aquiraz, na RMF

A Polícia Federal (PF) incinerou, na manhã desta quinta-feira, cerca de 1,4 tonelada de drogas diversas, resultantes de apreensões feitas em operações policiais no estado nos últimos meses.  A destruição dos entorpecentes ocorreu em uma empresa fabricante de cerâmica, localizada em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e contou com um forte aparato policial e a presença também de técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e representantes da Justiça Federal e do Ministério Público Federal (MPF).

O superintendente regional da PF no Ceará, delegado Delano Cerqueira Bunn observou o importante trabalho diuturno que as equipes da instituição realizam no combate ao crime organizado e no enfrentamento ao tráfico nacional e internacional de drogas.  Grande parte do material destruído hoje foi fruto de flagrantes realizados pelos agentes da PF no Aeroporto Internacional Pinto Martins e em flagrantes nas rodovias que cortam o Ceará.

No total, foram incinerados 773 quilos de maconha, 660 quilos de cocaína, além de 29 quilos de outras substâncias entorpecentes como ecstasy, fenacetina e LSD. A destruição do material apreendido foi realizada com a devida autorização judicial. Esta foi a segunda incineração neste ano. Na primeira, foram destruídas quatro toneladas de entorpecentes.

Além do superintendente da PF, estiveram presentes no ato a promotora de Justiça Terezinha Antônia de Albuquerque Gomes, represente do MP na Segunda Vara de Tóxicos da Comarca de Fortaleza; e Dhavynci Lyonard Marques de Paula, representante da Anvisa no Ceará.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também