Sete dias por semana sem medo da notícia!
Polícia Federal aponta que até merenda escolar no Paraná teve carne adulterada
Pedro Ladeira/Folhapress
Ouça a matéria

Até mesmo a merenda escolar de estudantes da rede estadual do Paraná teria recebido carne adulterada investigada na Operação Carne Fraca, deflagrada nesta sexta (17) pela Polícia Federal.

Segundo a polícia, os estudantes receberam salsicha de peru, na prática, sem carne, com substituição por proteína de soja, fécula de mandioca e carne de frango.

Foi com esse contrato, cujas suspeitas foram encaminhadas por um servidor do Ministério da Agricultura à PF, que começou a investigação.

Ao longo de dois anos de apuração, a PF identificou carnes adulteradas, com prazo de validade vencido e maquiadas com produtos proibidos por lei, em gôndolas de supermercados.

Entre os frigoríficos investigados, estão algumas das maiores empresas do setor, como BRF e JBS, além de outras pequenas indústrias que são suas fornecedoras.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também