Sete dias por semana sem medo da notícia!
Polícia Civil prende bandido que chefiava facção e ordenava mortes no Jangurussu
O cerco ao criminoso ocorreu na manhã deste sábado após seis meses de caçada
Emanoel Marques Palhano foi cercado em um condomínio
Emanoel foi preso em um condomínio na manhã deste sábado

Após seis meses de investigações e buscas, policiais civis conseguiram prender, neste sábado (12), um bandido apontado como mandante de  um “rosário” de assassinatos em  comunidades da Zona Sul da Capital. Emanoel Marques Palhano, que seria o chefe da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE), foi capturado numa operação de policiais do 30º DP (São Cristóvão), que tinham em mãos um mandado de prisão preventiva contra o criminoso.

O bandido seria o mandante de assassinatos nas comunidades do Jagatá, Sítio São João, Conjunto Palmeiras e no Condomínio José Euclides Ferreira Gomes, todos situados no Grande Jangurussu. Ele seria a pessoa que comandava o tráfico de drogas e armas e ordenava as execuções sumárias  de inimigos da facção Comando Vermelho (CV), bem como, de usuários de drogas em dívida com o tráfico.

Nas últimas semanas, a Polícia vinha apertando o cerco contra Emanoel e neste sábado ele foi cercado pelas equipes do 30º DP no Condomínio José Euclides. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva decretada pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas.

Na ficha criminal dele constam casos de tráfico de drogas, roubos, furtos e outros delitos, porém, não aparecem os crimes de execução sumária dos quais é apontado como mandante.

Com a prisão do suspeito, a Polícia acredita que poderá desvendar diversos assassinatos e chacinas ocorridos nos últimos dois anos no Grande Jangurussu.

 

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também