Sete dias por semana sem medo da notícia!
Polícia Civil deflagra uma megaoperação em Sobral e já prendeu 47 pessoas
A ação policial visa o combate ao tráfico de drogas e as ações de facções criminosas
Cerca de 200 policiais civis participam do cerco aos criminosos no bairro Terrenos Novos

Quarenta e sete pessoas foram presas no começo da manhã desta quinta-feira (13), no início de uma megaoperação batizada de “Os Covardes”, desencadeada pela Polícia Civil em Sobral, a maior cidade da zona Norte do Ceará (a 224Km de Fortaleza).  Cerca de 200 inspetores, delegados, peritos e escrivães participam da operação que tem como objetivo o desmantelamento de uma organização criminosa envolvida em crimes como tráfico de drogas, assassinatos, corrupção de menores, roubos, furtos e porte ilegal de armas de fogo de uso restrito.

A operação se concentra no bairro  Nova Caiçara, também conhecido como Terrenos Novos, onde assassinatos atribuído à facções criminosas desafiam as autoridades. Dezenas de mandados de busca e apreensão e de prisões preventiva e temporária estão sendo  cumpridas pelas equipes de várias unidades da Polícia Civil da Capital e daquela região, sob o comando da Coordenadoria de Operações Policiais (Copol).

A área onde está sendo feita a operação está cercada por dezenas de viaturas, com o apoio de um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).  Os presos estão sendo levados para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Sobral, onde serão realizados os procedimentos de flagrante já que uma grande quantidade de drogas como maconha, crack e cocaína, além de armas de fogo, foi apreendida.

A operação é fruto de um trabalho de investigação sigilosa de Inteligência que identificou os principais membros da facção criminosa que atuam em Sobral, na prática de crimes de tráfico de entorpecentes e assassinatos por dívidas de drogas ou rivalidade entre  as facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE).

Mortes

 Desde o começo do ano, ao menos 27 pessoas foram mortas no Município de Sobral. A maioria dos crimes ainda é investigada pela Polícia Civil.

E no bairro Terrenos Novos, os índices de assassinatos são altos em decorrência da intensidade do tráfico de drogas e da guerra das facções. No mês passado, três pessoas foram mortas ali. No dia 7 de maio, João Batista Filho, 32 anos, foi morto a tiros no bairro.

No dia 14 de maio, mais duas pessoas foram assassinada nos Terrenos Novos, sendo identificadas como Matheus Alves Cavalcante Macedo, 20 anos; e a jovem Maria Elailane do Nascimento, 19, que foi torturada, arrastada pelas ruas e assassinada a facadas e pedradas por um grupo de oito pessoas, incluindo seis mulheres.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também