sete dias sem medo da notícia
Cadeia
Polícia Civil deflagra 2ª fase da “Operação Hasta” e cumpre mandados de prisão em Itatira e Fortaleza
Grupo criminoso teria movimentado R$ 132 milhões aos longo de 8 anos
Por : Redação CN7
21/10/21 8:21

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) deflagrou, nesta quinta-feira (21), a 2ª fase da “Operação Hasta” que investiga fraudes em licitações, peculato (desvio de dinheiro público), corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A ofensiva ocorre simultaneamente em Fortaleza e Itatira. Até o momento, seis pessoas foram presas. Os alvos são integrantes de um grupo que teria movimentado R$ 132 milhões nos últimos oito anos. 

A ofensiva, realizada na manhã de hoje, conta com 90 policiais civis que estão dando cumprimento a dez mandados de prisão.

Hasta, o nome da operação, é uma referência a uma expressão de origem árabe que significa “sob a lança”, o que quer dizer que debaixo da lança nada deveria ser oculto, não podendo haver suspeitas em um contrato ou em um negócio.

Primeira fase

A primeira fase da operação foi realizada em julho. De acordo com os levantamentos policiais, coordenada pela Delegacia de Combate à Corrupção (Decor), um grupo comandado por membros da mesma família se valia de terceiros, popularmente conhecidos como “laranjas”, para fundarem e/ou assumirem empresas que concorriam e ganhavam licitações milionárias nos municípios investigados.

A investigação, que vem sendo realizada há cerca de um ano, aponta que este grupo já teria movimentado o montante de R$ 132 milhões nos últimos oito anos.

 

LINKS PATROCINADOS