Sete dias por semana sem medo da notícia!
Polícia caça mais dois suspeitos de envolvimento no assassinato de idosa
Aposentada de 82 anos foi forma numa trama montada pela sua cuidadora e o namorado
Carlos André e a cuidadora Bismel dos Santos tramaram o crime de latrocínio e ontem assassinaram a aposentada Maria Nísia Teixeira de Freitas, 82, na casa dela
Ouça a matéria

A Polícia já identificou e procura outras três pessoas suspeitas de envolvimento no crime de latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido na tarde desta sexta-feira (24), na Praia do Icaraí, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde uma idosa de 82 anos, aposentada, foi assassinada. O crime já está elucidado com a prisão dos principais envolvidos, uma mulher que trabalhava como cuidadora  da idosa e um homem que seria amante da acusada. Os dois foram autuados em flagrante.

Segundo a Polícia, a cuidadora, identificada como Bismel dos Santos, 52 anos, e seu amante, Carlos André Sampaio dos Santos, 31, entraram na residência da aposentada Maria Nísia Teixeira de Freitas, 82, que morava com o esposo, portador de Alzheimer, na Praia do Icaraí. A casa fica localizada na Rua Rubi, 140. A anciã foi  covardemente morta a pauladas.  Após o crime, Carlos André fugiu com a amante no carro da idosa, mas o casal foi preso logo em seguida.

Conforme a Polícia Militar, após a descoberta do crime, patrulhas do 12º Batalhão da PM foram acionadas via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), e passaram a procurar o carro com os suspeitos. O monitoramento flagrou o automóvel em fuga e teve início uma perseguição policial.

Chegando na Avenida Coronel Carvalho, na Barra do Ceará, o suspeito acabou tombando o carro e colidindo com outros dois veículos. A PM fez o cerco e conseguiu capturar o criminoso, que confessou o crime e a participação da cuidadora.

Outros

De acordo com o delegado Elzo Moreira, do 22º Distrito Policial, onde o caso foi registrado, cinco pessoas estão envolvidas no crime. Conforme Moreira, quatro delas invadiram a residência do casal para roubar documentos de casas que a idosa tinha com o marido dela para, consequentemente, passar para os nomes deles.

Na casa da cuidadora, a Polícia apreendeu um HD que foi retirado das câmeras de segurança da residência da vítima por Carlos André. Segundo o delegado, a cuidadora pediu que o amante retirasse o HD para que o crime não fosse registrado. “Há uns 30 dias, ela orientou o namorado que tirasse o HD das câmeras para não ficar  nada registrado. Localizamos o aparelho na casa dela (cuidadora)”, conta Moreira.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também