Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

PNI completa 50 anos e marca combate à mortalidade no Brasil

18/09/23 10:14

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) celebra 50 anos de existência neste ano. As cinco décadas de atuação desta política representam um marco significativo na história da saúde pública do Brasil. Desde sua criação em 1973, o Programa tem desempenhado um papel na redução da mortalidade e na promoção de uma maior capilaridade da atenção à saúde, prevenção e controle de doenças imunopreviníveis. A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) realiza, neste dia 18 de setembro, o evento de 50 anos do Programa para celebrar as conquistas da imunização para a saúde pública do Ceará.

A partir do PNI, o País passou a somar esforços para eliminar e erradicar doenças cujas vacinas estavam disponíveis universalmente, estabelecendo um rol de imunizantes distribuídos gratuitamente para toda a população. Um exemplo da efetividade dessa assistência é a erradicação da poliomielite, confirmada há 34 anos no Brasil, graças às ações de vacinação em larga escala.

O epidemiologista e secretário executivo de Vigilância em Saúde da Sesa, Antonio Lima Neto (Tanta), explica que a imunização sempre esteve no centro das iniciativas revolucionárias do Ceará na construção do Sistema Único de Saúde (SUS), principalmente no que diz respeito ao combate à covid-19:

O Governo do Estado e municípios realizaram um esforço hercúleo para receber e distribuir os imunizantes rapidamente. A logística de vacinação envolveu uma atuação tremenda, contando com aeronaves, veículos de grande porte e bons equipamentos de refrigeração para evitar o crescimento no número de hospitalizações e óbitos pela doença”, diz.

LINKS PATROCINADOS