Planalto coordena troca de membros na CCJ para evitar derrota na comissão

Michel Temer

10/07/17 19:13

O Palácio do Planalto está comandando uma troca, através dos líderes partidários, dos membros da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputado. A comisão é responsável por votar a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), acusado pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva.

A CCJ conta com 66 membros e nove deles já foram substituídos na estratégia do Planalto para evitar a derrota no grupo. Hoje (10), o relator da matéria, Sérgio Zveiter (PMDB), apresentou parecer a favor da admissibilidade da denúncia contra o presidente.

A matéria, independentemente do resultado na CCJ, será votada no Plenário da Câmara. Porém uma derrota na comissão poderia demonstrar ainda mais fragilidade do Governo Temer, fortalecendo o processo de esvaziamento da base governista.

Confira as mudanças na Comissão:

Quem virou titular

Bilac Pinto (PR-MG)
Laerte Bessa (PR-DF)
Magda Moffatto (PR-GO)
Milton Monti (PR-SP)
Laércio Oliveira (SD-SE)
Evandro Roman (PSD-PR)
Carlos Marun (PMDB-MS)
Nelson Marquezelli (PTB-SP)
Cléber Verde (PRB-MA)

Quem virou suplente

Wladimir Costa (SD-PA)
Jorginho Melo (PR-SC)
José Fogaça (PMDB-RS)
Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP)
João Campos (PRB-GO)

LINKS PATROCINADOS