sete dias sem medo da notícia
Investigação
PF deflagra operação contra fraudes bilionárias envolvendo criptomoedas
Ação acontece no Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal
Por : Redação CN7
25/08/21 9:00

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (25) no Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal, a Operação Kryptos. O objetivo é desarticular organização criminosa acusada de fraudes bilionárias envolvendo criptomoedas.

No Ceará estão sendo cumpridos sete mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão.

Segundo a investigação, uma empresa com sede no Rio de Janeiro é responsável pela operacionalização de um sistema de pirâmides financeiras ou “esquemas de ponzi”, que faz contrato de investimento sem registro em órgãos regulatórios, vinculado à especulação no mercado de criptomoedas, com a previsão de insustentável retorno financeiro sobre o valor investido.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e decorreram de um esforço conjunto entre a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

Os investigados poderão responder, na medida das suas responsabilidades, pelos crimes de gestão fraudulenta/temerária instituição financeira clandestina, emissão ilegal de valores mobiliários sem registro prévio, organização criminosa e lavagem de capitais, e, se condenados, poderão cumprir pena de até 26 anos de reclusão.

KRYPTOS, termo grego para designar o ”oculto” ou o ”escondido” e que, por sua vez, deu origem ao termo cripto.

LINKS PATROCINADOS