Sete dias por semana sem medo da notícia!
Partido de Cid estuda colocar irmãos Bolsonaro na Justiça por incitarem motim de PMs
Cid Gomes foi baleado por policiais amotinados
Ouça a matéria

A área jurídica do PDT, partido do senador cearense Cid Gomes, estuda formas de questionar as declarações do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e de seu irmão Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) sobre o episódio em que Cid foi alvejado com dois tiros após investir contra policiais militares que estavam amotinados em um batalhão em Sobral.

A informação é da coluna Painel, da Folha, desta terça-feira (25).

Segundo a publicação, uma hipótese em análise pelo PDT é citar ambos judicialmente por terem supostamente incitado comportamento que descumpre a Constituição. PMs são proibidos de fazer greve.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também