Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Paraense é presa pela PRF com 15,7 kg de skunk em Tianguá

A droga tinha como destino a cidade de Fortaleza

(Foto: reprodução/PRF)

28/05/24 15:46

Uma mulher de 30 anos, natural de Belém-PA, foi presa sob posse de 15,7 kg de skunk, nesta terça-feira (28), durante fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em um ônibus interestadual. A ação policial aconteceu no km 312 da BR-222, em Tianguá.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

A PRF informou que a droga foi encontrada escondida na bagagem da suspeita, que possui antecedentes criminais por furto. Ao ser questionada sobre os entorpecentes que transportava, informou que foi contactada por um indivíduo conhecido seu, sobre o qual não deu maiores detalhes. A mulher ainda informou que receberia uma recompensa em dinheiro para entregar a droga em Fortaleza.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Diante dos fatos, a passageira foi presa e conduzida, junto com as substâncias ilícitas apreendidas, para a Delegacia Regional de Tianguá para os procedimentos cabíveis pelo crime de tráfico de drogas.

Sobre a droga

O skunk, também conhecido como “Supermaconha”, é uma droga originada do cruzamento de várias espécies de plantas do gênero cannabis, acredita-se que a mesma foi produzida, inicialmente, em laboratórios holandeses e americanos. Popularmente conhecido como “supermaconha”, possui uma maior concentração de THC (tetrahidrocannabiol), a substância alucinógena existente na maconha e, por isso, tem um valor mais alto no mercado do tráfico.

LINKS PATROCINADOS