Sete dias por semana sem medo da notícia!
Pandemia da violência no Ceará deixa uma mulher assassinada a cada 24 horas
Os casos de violência armada contra as mulheres se multiplicaram neste mês de maio
Quatro das sete mulheres que foram mortas em apenas uma semana no Ceará
Ouça a matéria

Uma mulher assassinada a cada 24 horas. Esta é a média do número de crimes de morte vitimando mulheres registrada na última semana de maio no Ceará, mês que já contabiliza 37  casos do gênero no estado. Entre a manhã da última sexta-feira (22) e a noite desta quinta (28), sete mulheres foram mortas.

(1) O primeiro crime ocorreu na última sexta-feira (22), quando a policial penal Ana Paula Vieira de Oliveira, 29 anos, foi morta com um tiro na cabeça durante uma tentativa de assalto. O crime ocorreu no quilômetro 21 da BR-116, em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Ela trafegava em seu veículo, quando o carro apresentou uma pane de moto. A  servidora foi atacada por bandidos e morta na direção do automóvel parado no acostamento da rodovia federal.

(2) Na tarde de segunda-feira (25), uma mulher, ainda não identificada, foi baleada e morta quando caminhava sozinha pela Rua do Cruzeiro, no bairro Ancuri, na Grande Messejana.  O crime foi praticado por dois homens que fugiram numa motocicleta.

(3) No dia seguinte, terça-feira (26), bandidos invadiram  uma casa na Comunidade do Papoco, no Distrito de Papara, em Maranguape (zona rural), e assassinaram, com vários tiros à queima-roupa, uma jovem identificada por Ívina. O crime está sob investigação.

(4) Na quarta-feira (27), durante a madrugada, uma catadora de material reciclável foi executada a tiro, no meio da rua. O assassinato de Maria Sueli de Sousa Gomes, 48 anos, aconteceu no Parque Guadalajara, distrito da Jurema, em Caucaia. A vítima era usuária de drogas e pode ter sido morta por ordem de traficantes.

(5) Também na quarta-feira (27), à noite, uma jovem foi morta, a tiros, dentro de casa, na comunidade conhecida como Carandiru, no bairro Vila União. A Polícia suspeita de um crime ligado à guerra entre as facções criminosas que atuam naquela área da Capital.

(6) Na quinta-feira (28), pela manhã, um caso de feminicídio foi registrado na cidade de Juazeiro do Norte, no Sul do estado. A dona de casa, Cícera Amaroto da Silva, 38 anos, foi assassinada, a tiros, no bairro Tiradentes, quando chegava em  casa em um carro de aplicativo. O ex-companheiro dela foi preso logo depois como suspeito do crime, mas ele nega.

(7) Também nesta quinta-feira (28), à noite, por volta de 21 horas, uma jovem identificada como Thaissa Jheryka Ferreira Almeida, 27 anos, tombou morta, a tiros, na porta de casa, no Loteamento Mirante do Rio, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os assassinos fugiram numa motocicleta.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também