Sete dias por semana sem medo da notícia!
Pandemia da violência na Capital deixa seis pessoas mortas nesta quinta-feira
Entre as vítimas da guerra entre facções estão dois irmãos, mortos no Jangurussu
Policiais do DHPP estiveram em todos os locais de assassinatos
Ouça a matéria

Seis pessoas foram mortas nas últimas 24 horas em Fortaleza em consequência da guerra entre facções criminosas. Entre as vítimas da violência estão duas garotas, executadas a tiros nas ruas da Capital. Ao menos, dois confrontos entre bandidos foram também registrados neste intervalo em bairros da zona Oeste da cidade.

Era por volta de 12h30 quando a Polícia fez o registro de um duplo homicídio no Grande Jangurussu. O crime aconteceu quando os irmãos Ana Raquel Ribeiro de Lima, 19 anos; e seu irmão, Paulo Anderson Ribeiro de Lima, 18, caminhavam em direção à residência e foram abordados por homens armados que estavam à bordo de um veículo Gol preto.

De acordo com testemunhas, ao chegar na esquina das ruas 5 e Verde 35, os criminosos passaram a atirar e mataram Ana Raquel. O irmão tentou escapar da morte e saiu correndo, mas foi perseguido até a eqüina das ruas Seis e 35, onde também foi sumariamente executado.  De acordo com a Polícia, nos dois locais foram encontradas cápsulas de balas de pistolas de calibre Ponto 40 (.40), arma de uso restrito das forças da Segurança Pública.

A jovem morta era envolvida com o tráfico de drogas e, recentemente, havia saído do presídio ao ser beneficiada com liberdade provisória, mas usava uma tornozeleira eletrônica.

Ainda na tarde de ontem, mais um crime de morte ocorreu na área do Jangurussu.

Mais crimes

Já no fim da tarde, outra garota acabou morta. Desta vez, o crime aconteceu na Zona Oeste da Capital. A vítima foi identificada como Viviane Gonçalves da Silva, 28 anos. Ela caminhava pela Rua Gama, no bairro Vila Velha, quando foi surpreendida por criminosos em uma motocicleta e alvejada com vários tiros à queima-roupa.  Teve morte imediata. De acordo com a Polícia, Viviane não tinha histórico criminal.

À noite, mais dois crimes atribuídos à guerra de facções movimentaram o plantão da Polícia. Por volta de 20 horas, bandidos invadiram uma casa  localizada na Rua Monsenhor Hélio Campos, na Comunidade Jambalaia, no bairro Colônia, na zona Oeste de Fortaleza, e mataram um homem de 37 anos de idade.

A vítima foi identificada como Francisco José de Sousa Teixeira, que era acusado de dois homicídios. Ele foi fuzilado na presença da esposa e de uma prima, que é a dona da casa onde  ocorreu o crime. As duas não foram atingidas pelos disparos.

E por volta de 23 horas, um intenso tiroteio entre bandidos terminou em morte no bairro Floresta, também na zona Oeste da Capital. O tiroteio aconteceu nas imediações da Lagoa do Urubu. No confronto, um homem tombou morto ao ser baleado na esquina das ruas Conselheiro Lafayette e Maria de Sousa.

Em todos  os locais dos cinco assassinatos, inspetores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e profissionais da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) realizaram levantamentos nas investigações iniciais que serão repassadas às respectivas delegacias das áreas: 30º DP (São Cristóvão/Jangurussu), 17º DP (Vila Velha), 7º DP (Pirambu).

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também