Sete dias por semana sem medo da notícia!
Pandemia da bala: em sete meses, Ceará já ultrapassa marca de 2.600 assassinatos
Somente neste mês de julho já foram registrados 18 duplos homicídios no estado
A guerra de facções tem efeito multiplicador na estatística de assassinatos no Ceará, com centenas de homicídios todos os meses
Ouça a matéria

Nesta quarta-feira (29), o Ceará ultrapassou a marca de 2.600 assassinatos no ano. No começo da manhã de hoje (30), o número de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) no estado já era de 2.609 mortos por conta da pandemia da violência armada. Somente  neste mês, já ocorreram 18 duplos homicídios e um triplo no estado.

Conforme levantamento feito pelo jornalista Fernando Ribeiro, do CN7.com.br, neste mês de julho, ao menos, 83 pessoas foram executadas na Capital, 75 na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), além de outras 123 no interior (82 na região Sul  e 41 na região Norte).  

Até o mês de junho, o estado já havia contabilizado em sua estatística criminal, nada menos, que 2.329  assassinatos, incluindo homicídios comuns, latrocínios (roubos seguido de morte), feminicídios, mortes por intervenção policial e crimes registrados  em unidades do Sistema Penitenciário, além dos casos de lesão corporal seguida de óbito da vítima.

Na Grande Fortaleza, 158 pessoas foram assassinadas entre os dias 1º e 29 de julho, tendo entre as vítimas, 16 pessoas mortas em duplos homicídios.

 Os oito duplos assassinatos na Capital e zona metropolitana aconteceram nos seguintes locais: Distrito de Amanari (em Maranguape), Barrocão (em Itaitinga), Maraponga (Capital), Parque Potira (em Caucaia), Parque Genezaré (em Itaitinga), Bela Vista (Capital), Vila do Mar (Barra do Ceará/Capital) e no Distrito de Sítios Novos (em Caucaia).

Matança no interior

No interior do estado, outras 20 pessoas morreram em 10 duplos homicídios ocorridos nos seguintes locais: Localidade Carbomil (em Limoeiro do Norte), Distrito de Barra do Sitiá (em Banabuiú), Localidade de Frios, Distrito de Parazinho (em Granja), Bairro Romeirão (em Juazeiro do Norte), Localidade de Jaburu (em Russas), bairro Terrenos Novos (em Sobral), Groaíras, Sítio Bento (em Cedro), Quixeramobim, e no  bairro Santa Teresa (em Juazeiro do Norte).

Além dos 18 duplos homicídios, um caso de triplo assassinato ocorreu na região do Vale do Jaguaribe. O fato aconteceu na tarde do último domingo (26), no Distrito de Castanhão, zona rural do Município de Alto Santo, onde duas mulheres e um homem foram mortos a tiros.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também