Sete dias por semana sem medo da notícia!
“Operação Sossego” aplica multas em restaurantes e dispersa aglomerações
PM, Guarda Municipal e Agefis flagraram locais descumprindo prevenção à pandemia
Autoridades prometem novas ações nesta semana
Ouça a matéria

A Polícia Militar realizou durante todo o fim de semana a “Operação Sossego” na Grande Fortaleza, em parceria com a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis).  O objetivo foi verificar o cumprimento do Decreto Estadual nº 33.684, publicado em 18 de julho, com vigência na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Diversos estabelecimentos foram fiscalizados e multados, a maioria nos bairros Praia do Futuro, Praia de Iracema, Beira Mar, Cidade dos Funcionários, Varjota, Parquelândia, Parque Araxá, além da Barra do Cauípe e Icaraí, em Caucaia, entre outros.

Ontem à noite, policiais do Comando Raio dispersaram uma aglomeração de pessoas na faixa de areia da Praia do Icaraí, no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Na Capital, a Polícia também teve que desfazer uma aglomeração na Praia do Crush, na Praia de Iracema.

Iniciada  às 20 horas da última quinta-feira (23), a ação policial seguiu até o domingo (26).  A ação foi desencadeada por policiais do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA) e o Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), com apoio do Policiamento Ostensivo Geral (POG).

Paredões

Nos quatro dias de operação, houve apreensão de paredões de som e autuação de estabelecimentos por funcionamento descumprindo o decreto estadual e pela utilização indevida do espaço público, inclusive com aplicação de multa e recolhimento de mesas e cadeiras

O comandante-geral da PM, coronel Alexandre Ávila, falou da importância da ação fiscalizadora da Polícia Militar nesse período de pandemia. “Estamos vivendo uma fase delicada. Agora, mais que nunca, precisamos ser pacientes e seguir as recomendações dos órgãos de saúde para evitarmos que a pandemia se alastre novamente”, afirmou Ávila.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também