X
Sete dias por semana sem medo da notícia!
Operação prende cinco pessoas acusadas do furto de energia elétrica em Mombaça
Ao longo de 2017, foram efetuadas 58 prisões e somente nos primeiros meses de 2018 foram detidas 34 pessoas em todo o Ceará

Cinco pessoas foram presas na noite desta terça-feira (24) no município de Mombaça, acusadas por furto de energia elétrica. A prisão faz parte de operação da Enel Distribuição Ceará com apoio da Polícia Civil. As equipes da Enel identificaram irregularidades na medição de cinco residências. A prisão foi realizada em flagrante e as pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Mombaça.

Somente nos primeiros meses de 2018, 34 pessoas já foram presas por furto de energia. As prisões ocorreram em nove municípios do Estado, sendo Fortaleza (com cinco) e Tianguá (com quatro) as cidades com maior número de autuações. Ao longo de 2017, foram efetuadas 58 prisões. A Enel Distribuição Ceará realiza investigações em todo o Estado e atua em conjunto com a Polícia Civil para efetuar as autuações. A companhia registrou, no primeiro semestre de 2018, mais de 104 mil inspeções. O trabalho é feito através de análise de dados internamente e, em campo, por cerca de 200 equipes.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

 

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também