Sete dias por semana sem medo da notícia!
MPF investiga desvio em salário de médicos para bancar campanha em Quixadá
Eles recebiam apenas R$ 15 mil dos R$ 50 mil de rendimentos e não cumpriam jornada
Ouça a matéria

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando um esquema de “rachadinha” na contratação de médicos em Quixada. Até agora, o órgão já teria identificado pelo menos dois médicos que recebem salario de R$ 50 mil, mas só embolsam R$ 15 mil e não trabalham a jornada completa.

A suspeita é que o restante do dinheiro, R$ 35 mil, seriam desviados para o prefeito afastado de Quixadá, Ilário Marques. A verba seria para bancar a campanha de sua esposa, Rachel Marques a deputado federal.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também