sete dias sem medo da notícia
Denúncia
MP pede o bloqueio de bens no valor de mais de R$ 8 milhões do prefeito Bismarck Maia
A decisão foi assinada pela promotora Mônica Kaline Barbosa de Oliveira Nobre
Bismarck Maia
Por : Redação CN7
11/10/21 16:57

O Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE) pediu o bloqueio de bens no valor de R$ 8.565.199,66 referentes a contratações irregulares de empresas por meio de licitações realizadas pelo prefeito de Aracati, Bismarck Maia (PTB). A decisão foi assinada pela promotora de Justiça Mônica Kaline Barbosa de Oliveira Nobre.

Em documento, o MP aponta quatro licitações irregulares que causaram prejuízo ao município. Ao todo, a prefeitura gastou mais de R$ 5 milhões em licitações que foram datadas do ano de 2017. “Como medida cautelar, presentes os requisitos legais, deve ser decretada a indisponibilidade dos bens dos promovidos, sem a necessidade de justificação prévia, antes da citação dos requeridos, para evitar os desvios de bens e, assim, garantir o ressarcimento ao erário e ao adimplemento da eventual multa civil a ser aplicada“, diz um trecho do documento.

Além do prefeito, o MP também pede o bloqueio de bens de vários secretários da gestão. Além disso, o MP pede a condenação de todos os envolvidos pelos crimes de improbidade administrativa, perda da função pública, multa civil, suspensão dos direitos políticos e proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios.

Confira todos os nomes dos envolvidos:

  • Bismarck Costa Lima Pinheiro Maia;
  • Carlos Gustavo de Sousa Montenegro;
  • Claudia Sousa Leitão;
  • José Estelita de Aquino Filho;
  • José Kildare Felinto Colares;
  • Kátia Maria de Amorim Moreno Freire;
  • Luisa da Costa Feitosa Paiva;
  • Luiza de Marilac Martins e Silva Perdigão;
  • Magda Maria Cardoso Nogueira da Silva;
  • Paulo Lindoso da Silva Santos;
  • Roberta Cardoso Barbosa de Almeida;
  • Sofia Lerche Vieira.

Confira fotos dos documentos:

LINKS PATROCINADOS