sete dias sem medo da notícia
2022
Movimento por palanque a Lula no Ceará ganha força com articulação MDB-PT
Emedebistas e petistas estão juntos para dar o troco às falas dos FGs
Articulação MDB-PT
Por : Redação CN7
25/08/21 9:29

As movimentações em torno da construção de uma candidatura própria do PT ao Governo do Estado ganharam força com a passagem do ex-presidente Lula pelo Ceará. Na noite de ondtem (24), os deputados federais petistas José Airton e Luizianne Lins se reuniram com o ex-senador Eunício Oliveira, presidente do MDB cearense. Na pauta, a construção de um “palanque leal” a Lula, pré-candidato a presidente da República. Também participaram do encontro os deputados estaduais Elmano de Freitas (PT) e Danniel Oliveira (MDB).

A pauta do encontro tratou da formação de uma frente ampla para lançar candidatos a governador e senador identificados com o projeto de Lula no Ceará, o que se contrapõe à ideia de que o PT apoie um candidato indicado pelo PDT, de Ciro Gomes. Nas últimas horas, Ciro desferiu novas críticas contra Lula e o PT, enquanto seu irmão, Ivo Gomes, prefeito de Sobral, sugeriu ao irmão Cid Gomes que tivesse “cuidado com a carteira” durante encontro com Lula. O fato revoltou os petistas.

“Como poderemos subir no palanque de um candidato que desrespeite o Lula dessa forma? É inaceitável”, questionou José Airton. “Não podemos submeter o PT a um papel subalterno. Nossa história não permite isso. E tenho certeza de que a base do partido compartilha esse sentimento”, complementou.

“O palanque do Lula tem que ser obrigatoriamente garantido no Ceará, e vou até as últimas instâncias para, dentro do partido, fazer esse debate”, disse Luizianne em entrevista concedida na chegada de Lula ao Ceará. “Eu e José Airton saímos como candidatos ou apoiamos um candidato de uma coalizão pró-Lula”, afirmou a ex-prefeita de Fortaleza.

Eunício Oliveira mostrou-se aberto a estender o diálogo e apoiar uma candidatura petista. O ex-presidente do Congresso Nacional descartou qualquer possibilidade de compor com eventual nome ligado aos irmãos Ferreira Gomes.

O encontro de hoje marcou o início de uma série de diálogos, que se estenderão a outras forças políticas e deverão culminar em uma conversa com o próprio Lula. Os deputados petistas também pretendem promover um ciclo de conversas internas para envolver a base do partido na decisão.

LINKS PATROCINADOS