sete dias sem medo da notícia
Ministro acusa empresa apadrinhada por Cid de atrapalhar licitação da transposição
Por : Redação CN7
27/04/17 15:51

O ministro da Integração, Helder Barbalho (PMDB), acusou, na quarta-feira (26), o consórcio Passareli-PB Construções por tentar atrabalhar o edital para a conclusão do eixo norte da transposição do rio São Francisco

O peemedebista afirmou que, primeiro, as construtoras tentaram impugnar o leilão reverso para a licitação na véspera do evento. Sem obter sucesso, a PB Construções reduziu o valor da menor oferta, que já era da própria construtora, sete vezes.

“Curiosamente, eu nunca tinha visto isso, mas ela faz sete lances em cima do seu próprio lance parareduzir o preço. Sete! Eu sempre tinha visto em leilão o seguinte: eu dou o lance maior, ou menos, de acordo com a intenção. E eu espero meu concorrente se manifestar. Não, neste caso não. Sete lances. O que fica claro o que: eu não consigo me adequar na técnica, então eu vou sensibilizar no preço”.

A construtora venceu o leilão reverso com a menor oferta, porém foi desclassificada por não se adequar aos parâmetros técnicos. Helder Barbalho ainda afirmou que não iria arriscar uma obra de R$ 500 milhões e de alta complexidade nas mãos de uma empresa que não atende aos requisitos técnicos.

A PB Construções é apadrinhada pelo ex-governador Cid Gomes (PDT) e recebeu, no seu mandato, R$ 1.2 bilhão em licitação no Cinturão das Águas. O trecho pelo qual a construtora está responsável no Cinturão está atrasado.

Confira o vídeo:

LINKS PATROCINADOS