sete dias sem medo da notícia
Ministério Público investiga irregularidades no transporte escolar de Pindoretama
Por : Redação CN7
19/10/17 15:01

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Pindoretama e o Ministério Público de Contas do Estado do Ceará (MPC), deflagrou operação, nessa segunda-feira (16), para apurar irregularidades na execução dos serviços de transporte escolar do Núcleo de Educação Especial no Município de Pindoretama.

As investigações mostraram que os alunos estão sem o transporte desde do início do ano letivo. O problema é que foi feito processo licitatório, mas a empresa vencedora, Via Fortal Serviços e Lotações de Veículos, nunca prestou o serviço.

Por conta da falta do transporte, o atendimento aos alunos do Núcleo de Atendimento Especial caiu mais da metade. Segundo a titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Pindoretama, Alessandra Loreto, o Núcleo atendia 98 estudantes. Agora, o número caiu para 55, pois apenas as crianças que residem na sede do Município é que continuam frequentando o local.

Após analisar o processo de licitação, os pagamentos à empresa e as condições dos transportes oferecidos aos alunos, a promotora Alessandra Loreto informou que o MPCE e MPC enviarão à Prefeitura de Pindoretama e à empresa Via Fortal Serviços e Locações de Veículos uma recomendação para que seja regularizada ainda esta semana a prestação do serviço de transporte escolar aos alunos.

Com informações do MPCE

 

LINKS PATROCINADOS