sete dias sem medo da notícia
Imunização
Ministério da Saúde informa que vacinação contra a Covid de crianças não exigirá receita médica
O esquema vacinal será com duas doses, com intervalo de oito semanas
(Foto: © Paul Hennessy / SOPA Images/Sipa USA)
Por : Redação CN7
05/01/22 18:53

O Ministério da Saúde informou, nesta quarta-feira (5), que a vacinação contra a Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos não será obrigatória e nem exigirá receita médica. As primeiras doses de vacinas contra a doença destinadas para esse público no dia 13 de janeiro. Está prevista uma remessa de 1,2 milhão de doses do imunizante da Pfizer – o único aprovado até o momento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O esquema vacinal será com duas doses, com intervalo de oito semanas entre as aplicações. O tempo é superior ao previsto na bula da vacina da Pfizer.

O Ministério também recomendará uma ordem de prioridade, privilegiando pessoas com comorbidades e com deficiências permanentes; indígenas e quilombolas; crianças que vivem com pessoas com riscos de evoluir para quadros graves da Covid-19; e em seguida crianças sem comorbidades.

Mesmo com a inclusão desse público ao Plano Nacional de Imunização (PNI), o titular da pasta, Marcelo Queiroga, recomendou que os pais procurem uma avaliação médica antes de aplicar a vacina nas crianças. Haverá, também, a necessidade de autorização por escrito se a mãe, o pai ou o responsável pela criança não estiver presente durante a imunização.

LINKS PATROCINADOS