sete dias sem medo da notícia
Ministério da Saúde acusa secretarias estaduais de fraudarem mortes de Covid-19
Jair Bolsonaro e Carlos Wizard
Por : Redação CN7
06/06/20 9:12

Em uma demonstração que não confia nos dados apresentados pelos governos estaduais, o Ministério da Saúde vai recontar o número de mortos no Brasil vítimas da Covid-19. Segundo o novo secretário da Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Carlos Wizard, os dados atuais seriam “fantasiosos ou manipulados”.

Em entrevista à coluna de Bela Megale (O Globo), Wizard afirmou que o número de mortos, que chegou a 35.026 nesta sexta-feira (5), estaria inflado, apesar de pesquisas já terem demonstrado e do próprio Ministério da Saúde ter admitido, em outras gestões, que há um grande número de subnotificações.

“Tinha muita gente morrendo por outras causas e os gestores públicos, puramente por interesse de ter um orçamento maior nos seus municípios, nos seus estados, colocavam todo mundo como covid. Estamos revendo esses óbitos”, afirmou. Segundo Wizard, a pasta tem convicção que o número de mortos no Brasil seria menor que o divulgado até agora.

“Eu acredito que vai ter um dado mais real, porque o número que temos hoje está fantasioso ou manipulado”, explica.

PUBLICIDADE
LEIA TAMBÉM