Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Ministério da Justiça aponta atuação de facções criminosas no Ceará e outros 24 estados

Apenas dois estados brasileiros não registraram presença de PCC e CV

Counter Terrorist with Gun. Shallow Depth of Field Firearm Closeup Photo. Special Forces Theme. (Foto: banco de imagens)

14/12/23 15:49

Um levantamento realizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) apontou a existência de 70 facções criminosas no sistema penitenciário brasileiro. As principais facções criminosas – Comando Vermelho (CV) e Primeiro Comando da Capital (PCC) – atuam no Ceará e em outros 23 estados, além do Distrito Federal. As informações são da Folha de S.Paulo.

Participe do grupo do CN7 no WhatsApp

Das 70 facções criminosas, no entanto, apenas CV e PCC possuem alcance nacional. Outras 13 atuam regionalmente, enquanto 55 têm influência restrita a nível local.

De acordo com os dados, as duas maiores facções criminosas do país apresentaram crescimento em relação ao ano passado. Em 2023, o CV está presente em presídios de 21 estados, seis a mais do que em 2022. Já o PCC, está em 23 estados, dois a mais do que no ano anterior.

No Nordeste, PCC e CV atuam no Ceará, Maranhão, Piauí, Sergipe, Alagoas, Paraíba e Pernambuco. No Rio Grande do Norte, há um domínio do CV; e na Bahia, quem domina é o PCC.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

De todos os estados brasileiros, não há presença as facções criminosas apenas no Amapá e no Rio Grande do Sul.

Confira o mapa:

LINKS PATROCINADOS