Sete dias por semana sem medo da notícia!
Manutenção do acréscimo de PIS/Cofins pode obrigar aumento das passagens de ônibus
Ouça a matéria

O aumento do PIS/Cofins, anunciado na semana passada pelo Governo Federal, e suspenso nesta terça-feira (25) pela Justiça, está preocupando prefeitos de capitais. A Advocacia Geral da União (AGU) já comunicou que vai recorrer da decisão, e caso o reajuste seja mantido, colocando o preço dos combustíveis nas alturas, pode prejudicar diretamente o preço da passagem de ônibus nas capitais nos próximos meses.

Segundo O Globo, os prefeitos contavam que a opção do presidente Michel Temer seria a Cide Municipal, uma contribuição cobrada sobre os combustíveis, que poderia subsidiar parte do custo das tarifas. Dessa forma, as cidades teriam autonomia para tomar essa decisão, com leis próprias.

De acordo com levantamento da Frente Nacional de Prefeitos, em alguns casos a redução nos preços poderia chegar a R$ 1,20, mudando completamente a realidade atual.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também