sete dias sem medo da notícia
Rompimento
Lula quer o fim da aliança com o PDT no Ceará e pretende lançar chapa pura
Segundo o colunista José Casado, da Veja, o ex-presidente que lançar uma chapa "pura"
(Foto: divulgação)
Por : Redação CN7
02/11/21 15:21

A aliança que dura mais de 15 anos entre PDT e PT pode acabar em breve. Segundo o colunista José Casado, da Veja, o ex-presidente Lula (PT) pretende romper com o PDT e lançar uma chapa “pura” para as eleições do próximo ano. O petista acredita que o PT tem força o suficiente para encarar os velhos aliados em uma disputa pelo Governo do Ceará.

Ainda de acordo com o colunista, a ideia animou os deputados federais, José Airton Cirilo (PT), e Luizianne Lins (PT), que podem aparecer como possíveis nomes do Partido dos Trabalhadores na disputa pelo Governo do Ceará. Porém, no partido, há quem não concorde com a ideia, como, por exemplo, o deputado federal José Guimarães (PT) que acredita que a aliança deve ser mantida.

A insatisfação de Lula com a aliança tem nome e sobrenome: Ciro Gomes (PDT). Ex-ministro do governo Lula, o pedetista tem realizado constantes ataques ao ex-presidente durante a pré-campanha para o Planalto. Lula, por sua vez, chegou a afirmar que não responderia as críticas do ex-governador do Ceará direcionadas a ele.

Leia mais: Ciro Gomes esquece “trégua” e faz novas críticas a Lula e ao PT
Leia mais: Lula diz que Ciro Gomes “não vai a lugar nenhum” nas eleições de 2022

A alternativa proposta por Lula seria uma aliança com o ex-senador Eunício Olivera (MDB), de quem tem buscado se aproximar cada vez mais. Em ligação, no dia do seu aniversário, o ex-presidente fez um pedido ao ex-presidente do Senado: que Eunício concorresse ao Abolição caso Camilo Santana deixasse o PT e se filiasse ao PSB.

Leia mais: Eunício disputa Abolição com apoio de Lula se Camilo deixar PT e se filiar ao PSB

Porém, Eunício Oliveira confirmou nesta segunda-feira (1), durante evento do candidato a prefeito de Barro, George Feitosa (MDB), que será candidato a deputado federal, nas eleições do próximo ano. Para as eleições ao Governo do Estado, Eunício Oliveira negocia uma aliança com Capitão Wagner (PROS), mas, para presidente, o ex-senador deve apoiar Lula.

Leia mais: Eunício Oliveira confirma que será candidato a deputado federal em 2022

LINKS PATROCINADOS