Sete dias por semana sem medo da notícia!
Justiça Militar aceita denúncia contra sargento preso com cocaína em avião da FAB
Ouça a matéria

A Justiça Militar aceitou a denúncia do Ministério Público Militar (MPM) contra o segundo-sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) Manoel Silva Rodrigues, detido na Espanha ao transportar 39 quilos de cocaína pura a bordo de um avião oficial.

O MPM denunciou o sargento por tráfico internacional de drogas. Apesar de o crime não estar previsto no Código Penal Militar, a promotoria militar entendeu que o caso se enquadra na hipótese de crime de natureza militar por extensão, já que Rodrigues estava a serviço e, supostamente, atentou contra a ordem administrativa militar. Para o Ministério Público Militar, independentemente das eventuais punições que forem aplicadas pela justiça espanhola, Rodrigues deve responder à Justiça Militar brasileira.

O sargento foi detido em 25 de junho, na Espanha, onde continua preso. Ele chegou a Sevilha a bordo de uma aeronave da Força Aérea Brasileira, na qual viajava com um grupo de oficiais e servidores que, costumeiramente, dão apoio às viagens oficiais do presidente da República, chegando antes ao destino para se encarregar dos preparativos. Segundo o Ministério Público Militar, o sargento estava escalado para seguir viagem com o grupo no dia 26, na função de comissário no trecho Sevilha/Brasília, mas foi preso antes por policiais espanhóis.

Cálculos periciais apontam que a droga apreendida poderia ser vendida por algo em torno de R$ 6.3 milhões. Ao acatar a denúncia, o juiz federal Frederico Magno de Melo Veras marcou o início da oitiva das testemunhas para a tarde do dia 21 de maio de 2020.

Com informações Agência Brasil.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também