Sete dias por semana sem medo da notícia!
Justiça de Iguatu decreta indisponibilidade dos bens do prefeito até R$ 1,2 milhões
Valor é referente à verba pública utilizada para pinturas relacionadas à campanha e aquisição de tintas sem licitação nas cores amarelo e laranja, do PDT, partido de Ednaldo Lavor
Prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor
Ouça a matéria

A juíza Izabela Mendonça Alexandre, da 3ª Vara da Comarca de Iguatu, decretou a indisponibilidade dos bens e rendas do prefeito do município, Ednaldo Lavor (PDT), no limite de R$ 1,2 milhão, sob pena de multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

O valor é referente a utilização de verba pública para pinturas relacionadas à campanha eleitoral e aquisição de tintas sem licitação nas cores amarelo e laranja.

A decisão ainda proíbe que o prefeito de Iguatu e a sua gestão utilizem em publicidades, documentos públicos, informativos, decorações de prédios e ventos públicos e matérias no site da Prefeitura as cores amarelo e laranja, assim como o brasão e o slogan da gestão, retirando banners, faixas e publicidades já colocadas.

Confira a decisão na íntegra:

 

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também