Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Júri condena dois PMs e absolve seis após terceiro julgamento da Chacina do Curió

Um dos agentes foi condenado por 18 crimes

Foto: Arquivo Pessoal

17/09/23 10:23

Dois policiais militares (PMs) foram condenados por participação na Chacina do Curió, no terceiro julgamento do caso. Outros seis servidores foram absolvidos. Dentros os policiais absolvidos, um deles terá a acusação enviada para a Vara de Auditoria Militar. As decisções foram divulgadas na noite deste sábado (16), depois de mais de 12 horas de votação e cinco dias de julgamento.

Os agentes condenadors foram identificados como José Wagner Silva de Souza e José Oliveira do Nascimento. O policial Antônio Carlos Marçal, teve a acusação de tentativa de homicídio desclassificada e o processo deve ser remetido para a Vara de Auditoria Militar. E o agente absolvido das demais acusações.

Antônio Flauber de Melo Brazil, Clenio Silva da Costa, Francisco Helder de Souza Filho, Maria Barbara Moreira e Igor Bethoven Sousa de Oliveira também foram absolvidos.

O policial José Wagnewr Silva de Souza foi condenado a 13 anos e 5 meses de reclusão por crimes de torturas físicas e uma mental, em regime inciial fechado ecomperda do crago público após o trânsito julgado.

José Oliveira do Nascimento foi condenado por 18 crimes, totalizando 210 anos e 9 meses de reclusão em regime inicial fechado, com perda do cargo público após o trânsito julgado. Ele foi condenado por crimes de homicídios qualificado (9 vezes), homicídio simples (2 vezes), tentativa de homicídio qualificado (2 vezes), tentativa de homicídio simples (1 vez), além de três torturas físicas e uma mental. Foi decretada sua prisão provisória e ela não poderá recorrer em liberdade.

LINKS PATROCINADOS