Sete dias por semana sem medo da notícia!
Juiz extingue ação de advogado cearense que pedia interdição de Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro

O juiz da 21ª Vara do Distrito Federal, Rolando Valcir Spanholo, indeferiu na segunda-feira (9) uma ação popular ajuizada pelo advogado cearense Antonio Carlos Fernandes que pedia a interdição de Jair Bolsonaro.

Segundo o documento, o presidente “demonstra, a cada dia, de forma notória, não possuir o necessário discernimento e equilíbrio mental para os atos da vida política impostos pelo alto cargo que ocupa”. Além disso, o advogado solicitava a interdição de Bolsonaro e que o vice-presidente Hamilton Mourão fosse o seu curado.

O juiz apontou ilegitimidade no processo e inadequação do encaminhamento da ação.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também