Sete dias por semana sem medo da notícia!
Juiz determina bloqueio de bens do prefeito de Santa Quitéria acusado de improbidade
MPCE pediu afastamento de Tomás Figueiredo, mas foi indeferido
Tomás Figueiredo

O juiz Francisco Gilmario Barros Lima determinou a indisponibilidade de bens do prefeito de Santa Quitéria, Tomás Figueiredo, acusado de improbidade administrativa pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). A ação tem a ver com a licitação de veículos para fazer o transporte de alunos.

Segundo o MPCE, “foi constatado uma série de irregularidades no âmbito do contrato de serviço de transporte escolar do município, que vão das péssimas condições dos ônibus até a ilegalidade cometidas pelo Poder Público e pelas empresas contratadas”.

O bloqueio de bens do prefeito de Santa Quitéria e outros agentes públicos tem limite de R$ 1.050.000.

Em tempo

O MPCE havia pedido o afastamento de Tomás Figueiredo, mas o juiz indeferiu.

Confira decisão

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também