Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Integrante de grupo criminoso é preso pela PC-CE no Maranhão

Grupo criminoso é responsável por tráfico de drogas e homicídios

(Foto: reprodução/PC-CE)

25/12/23 11:34

Uma ofensiva da Polícia Civil do Ceará (PC-CE), por meio da 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) resultou, nesse domingo (24), na prisão de um homem do mesmo grupo criminoso do qual o chefe é apontado como mandante da morte de um policial civil, registrada no dia 17 deste mês, no município de Granja. O suspeito, foragido da Justiça piauiense, foi capturado com uma arma de fogo municiada.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

O suspeito, natural do Piauí, foi identificado como Diego Maradona Santos Barros, de 34 anos. Ele foi localizado na zona rural do município de Araioses, no Maranhão. Contra o suspeito, estava em aberto um mandado de prisão preventiva, oriundo do Piauí, pelo crime de tráfico de drogas, associação para o tráfico e financiamento do tráfico de drogas.

Após a captura, Diego foi encaminhado para a unidade policial do município de Araioses, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva e autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Os trabalhos de investigação continuam, com o intuito de localizar e prender os demais partícipes da ação criminosa, bem como o mandante e chefe do grupo criminoso.

Confira foto do material apreendido com o suspeito:

Sobre o caso

Logo que foram comunicados acerca da morte do inspetor de Polícia, Glicelio Felix de Almeida, de 41 anos, no dia 17 deste mês no município de Granja, as equipes policiais iniciaram as diligências com foco em identificar, localizar e prender os autores do crime. 

Nas primeiras horas do dia 18, equipes do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI-Norte), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Comando Tático Rural (Cotar) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) apreenderam dois adolescentes, com ligação direta na morte do policial civil. Um homem, apontado como executor, também foi identificado e morreu após confronto com os policiais no momento da abordagem. 

Em ação continuada, equipes do DPJI-Norte e do DHPP se deslocaram até a cidade de Parnaíba, no Piauí, onde identificaram e prenderam mais cinco suspeitos envolvidos de forma indireta na morte do inspetor. 

LINKS PATROCINADOS