sete dias sem medo da notícia
Investigação
Homem é indiciado pela Polícia Civil suspeito de furtar tubulações da Petrobrás
O desvio foram de 43 tubos que, somados, estão avaliados em mais de R$ 300 mil
Por : Redação CN7
05/12/20 9:09

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) indiciou um homem suspeito de furtar tubulações de propriedade da Petrobrás, na Área Integrada de Segurança 18 (AIS 18), em Icapuí. Após investigações, a Delegacia Municipal da cidade identificou o desvio de 43 tubos que, somados, estão avaliados em mais de R$ 300 mil. As diligências contaram com o apoio da Gerência de Inteligência e Segurança da empresa estatal no Ceará.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), o funcionário negociou a venda dos tubos de aço para um homem que mora na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte. O valor cobrado girou em torno de R$ 9 mil, que seriam pagos à vista. O comprador, inclusive, chegou a contratar o serviço de um caminhão munck para fazer a remoção das tubulações diretamente na Petrobras.

No momento em que a ação criminosa acontecia, uma patrulha da segurança da empresa abordou os envolvidos. O funcionário, então, afirmou que tinha autorização para recolher o material e que o armazenaria em um pátio pertencente à Petrobras. No dia seguinte à ação, o vigilante da Petrobrás foi averiguar se os tubos estavam no local indicado, porém, não achou nada. Ao confrontar as informações, o funcionário pediu ao vigilante que fizesse “vistas grossas” e teria lhe oferecido dinheiro para ficar calado. Contudo, o pedido foi negado pelo vigilante, que denunciou o caso à Polícia Civil de Icapuí.

O destino dos tubos de aço é uma sucata, localizada na cidade de Mossoró. O homem foi ouvido pelos policiais civis e confessou o crime Ele devolveu R$ 7,8 mil, referente ao dinheiro pago na negociação ilícita, e se comprometeu a entregar o restante do valor.

O homem, que é natural de Mossoró, foi indiciado por furto qualificado pelo abuso de confiança e concurso de pessoas. Detalhes da investigação foram compartilhadas com a Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (Defur) de Mossoró, da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, para apurar a receptação do material fruto do crime. As Polícias Civis realizam diligências para identificar outras pessoas e localizar os tubos.

LINKS PATROCINADOS