sete dias sem medo da notícia
Homem de confiança de João Xerez ameaça vereadores de Maranguape
Marçal Oliveira e João Xerez
Por : Redação CN7
31/10/17 12:14

O vereador Kássio Rogaciano (PCdoB), que estava afastado do cargo de presidente da Câmara de Maranguape, sentou novamente na cadeira ontem (30), por decisão do desembargador Fernando Ximenes, do TJCE. Enquanto a população chamava o comunista de ladrão e outros adjetivos do mesmo quilate, um grupo contratado por Kássio gritava “Deus é fiel”. Essa foi a parte engraça da história.

Com o início da sessão, os vereadores Eliziario (PEN), Nicola (PSD) e Arlindo (PTB) informaram que estavam recebendo ameaças do irmão de Kássio, Marçal Oliveira, subchefe do Gabinete do prefeito de Maranguape, João Xerez. Os três parlamentares pediram que a denúncia fosse encaminhada à Polícia Civil e demais órgãos competentes para que todos ficassem cientes caso alguma coisa acontecesse com eles.

Caso de família

Marçal Oliveira é marionete de Jardel Cordeiro, o chefe do Gabinete de João Xerez. Os dois são responsáveis por pressionar vereadores com o corte de cargos na Prefeitura. Corte de cargos é do jogo, mas ameaças é caso de polícia.

Em casa, Marçal está acostumado com atitudes fora da lei. Além de seu irmão Kássio ter sido flagrado usando carro oficial da Câmara em viagem particular pelas praias do Rio Grande do Norte – por isso foi afastado da presidência da Casa -, o pai dos dois, o ex-vereador José Rogaciano, foi cassado por improbidade. Como prêmio, o prefeito João Xerez o colocou à frente da Secretaria Agricultura, Pesca e Recursos Hídricos do Município.

Em tempo

Jardel Cordeiro, chefe do Gabinete de João Xerez, é aquele mesmo que postou foto nas redes sociais comemorando a aprovação do “Pacote das Maldades” com garrafa de champanhe que custa R$ 2.500.

LINKS PATROCINADOS