sete dias sem medo da notícia
Heitor se embanana todo ao falar sobre vídeo em que defende o TCM
Heitor Férrer / Foto: Máximo Moura.
Por : Redação CN7
22/06/17 13:37

Heitor Férrer é bom orador. E como tal, fala demais. Ao ser questionado na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (22), sobre o vídeo em que defende o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), no ano de 2010, disse que a Corte ajoelha prefeitos. “E por que ajoelha prefeitos? Não quero entrar nessa intimidade. E digo mais. Que o TCM é temido pelos senhores prefeitos. E por que o TCM é temido pelos senhores prefeitos? Também não vou entrar nesta pauta”. Heitor, como se percebe, também faz insinuações com maestria.

O estranho é que em 2010, na mesma AL – e o vídeo comprova isso –, Heitor rasgou elogios ao órgão, não levantando a mínima suspeita sobre o trabalho realizado lá. “Qual é a postura de um conselheiro do TCM? De alta altivez, de extremo respeito com a função que ocupa”, afirmou o deputado.

Já com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) ele não teve o mesmo respeito. Garantiu que o TCE entrava de joelhos no Palácio do Governo na gestão de Cid Gomes.

Não tente entender

Em apenas 7 anos, Heitor Férrer mudou drasticamente. No pronunciamento de 2010, pedia que o TCE agisse como o TCM. Hoje, pede a extinção da Corte de Contas dos Municípios e que os seus servidores sejam incorporados ao – vejam só – TCE.

Heitor é assim

Ainda nesta quinta, Férrer soltou um clichê do pragmatismo político. “Eu estou usando o governo para aprovar minha PEC. Os meus opositores estão dizendo que o governo está me usando para se vingar do Domingos Filho. De uma forma ou de outra, eu quero que minha PEC seja aprovada”. Heitor acredita que sua vontade deva prevalecer sobre as necessidades do Estado.

LINKS PATROCINADOS