sete dias sem medo da notícia
Confira vídeo
Heitor Freire denuncia escola no Distrito Federal por associar PM ao nazismo
Escola cívico-militar vinculou uma suástica no fardamento da polícia militar
(Foto: divulgação)
Por : Redação CN7
25/11/21 18:26

O deputado federal Heitor Freire (PSL) recebeu denúncias de policiais militares do Distrito Federal e do Ceará sobre uma exposição da escola CED 01 – Estrutural, no Distrito Federal. A mostra, realizada para homenagear o Dia da Consciência Negra, comemorado no último sábado (20), tinha, entre os painéis, desenhos em que policiais militares usavam, na manga da farda, uma suástica, fazendo alusão ao principal símbolo do nazismo. O parlamentar foi até a unidade de ensino, nessa quarta-feira (24), para oficiar a escola sobre as denúncias formais que encaminhou à Secretaria da Educação e ao Ministério Público do Distrito Federal (MP-DF) visando à apuração, por parte desses órgãos, das referências utilizadas em alguns trabalhos da exposição.

Após o vídeo da exposição circular nas redes sociais, a imagem da suástica foi encoberta. Para o parlamentar, outras retratações também maculam a imagem da corporação policial. “É inaceitável ficarmos calados ao ver essa escola retratando os policiais como criminosos, racistas e ditadores, chegando até mesmo a desenhar a suástica nazista em uma farda militar! Vocês conseguem imaginar o tamanho da humilhação para esses cidadãos que arriscam suas vidas diariamente nas ruas brasileiras? Eu não vou deixar que uma data tão emblemática como o dia da Consciência Negra seja usada de forma a doutrinar as nossas crianças e adolescentes, num movimento orquestrado pela agenda ideológica de esquerda”, contrapôs.  

A vice-diretora e diretora em exercício, Luciana Pain, recusou receber o ofício e disse à imprensa do DF que a exposição se tratava de “liberdade de expressão”. Ao ser questionada sobre a associação ao nazismo, ela argumentou que se tratava de um reflexo da violência institucional imposta aos cidadãos.  

“Espero que sejam tomadas todas as medidas cabíveis. Considero oportuna uma retratação formal da direção da escola com a Polícia Militar. É preciso dirimir males irremediáveis, não só aos nossos jovens estudantes do Distrito Federal, mas a todo o ensino educacional brasileiro”, ressaltou o parlamentar cearense.

Assista ao vídeo:

LINKS PATROCINADOS